O mundo é o mesmo desde que é mundo.

O mundo é mundo, e por ser mundo, é o mesmo mundo.

No mundo que vivemos, no mesmo mundo, há vida.

Há vida inteligente, ou pelo menos essa é a percepção humana.

Se há vida inteligente, também existe o seu oposto, a vida não inteligente.

No mesmo mundo, há vida inteligente e não inteligente, então…

Vida inteligente são os seres humanos e os não inteligentes, são o resto.

Mas na mesma percepção do ser humano, alguns outros animais também são inteligentes.

Mas nenhum outro animal é mais inteligente que o ser humano.

Então o que seria inteligência, na percepção do ser humano?

De forma vulgar, seria a forma de agir e interagir, de construir e moldar, de pensar.

Obviamente, na percepção do ser humano.

Desta forma, o ser humano seria o padrão para medir inteligência neste mundo.

Para isso, estuda-se até hoje a inteligência a partir da mesma percepção.

Um mestre me disse, numa acalorada discussão sobre economia:

– Pra discutir o que eu penso, pra me questionar, primeiro você deve saber o que eu penso, beber da mesma fonte. Daí, quando você souber o que eu sei e o porquê sei, terá argumentos pra me questionar!

Se pensar é reflexo de inteligência e para alcançar a intelectualidade suficiente para entender a inteligência do outro devemos compreender o que o outro pensa, para após essa abstração, conseguir saber de fato se somos mais ou menos inteligentes, ou sábios, em relação ao outro, podemos nos achar realmente mais inteligentes?

Vejo intelectuais ou pseudo-intelectuais falando como soubessem o que é melhor para o outro, sem sequer saber, de fato, como o outro vive e pensa o mundo que vive.

O mundo é o mesmo. mas as pessoas, que são os animais mais inteligentes deste mundo, vivem em mundos diferentes.

Mundos diferentes dentro do mesmo mundo.

É nesta percepção de mundo, que o ser humano se diz ser mais inteligente que o resto da vida neste mundo.

Mundos criados dentro das mentes dos animais mais sábios deste planeta, o nosso mundo.

Percebo algo muito estranho na percepção dos seres humanos, os animais mais inteligentes do mundo, e isso me responde diversas questões.

Maltratamos, pré conceituamos, menosprezamos, destruímos, e distinguimos o outro como se fôssemos, diferentes e melhores que os outros, sem sequer saber o que outro pensa e como pensa. Isso é inteligência?

O ser humano não sabe pular de galho em galho como um macaco. Mas se diz mais inteligente que eles.

Não sabe nadar como um golfinho. Mas se diz mais inteligente que eles.

Não sabe se organizar como abelhas e formigas. Mas se diz mais inteligente que elas.

Não sabe voar e perceber mudanças climáticas como as aves. Mas se diz mais inteligente que elas.

O mundo é o mesmo, os animais são os mesmos. O ser humano não. Ele evolui.

O ser humano evolui para além deste mundo.

O mundo não é suficiente, ele tem que ir além.

A sua inteligência é tamanha, que não cabe em um só mundo.

Este mundo é pouco.

O ser humano não quer, em sua reles vida individual, acabar como sendo o mesmo.

Mas a cabeça é a mesma, o corpo é o mesmo.

A única coisa que muda é o jeito de pensar.o mesmo.

 

 

 

 

agosto 16, 2013

Os mesmos

O mundo é o mesmo desde que é mundo. O mundo é mundo, e por ser mundo, é o mesmo mundo. No mundo que vivemos, no […]
agosto 12, 2013

Estou desanimado (Divã Grátis)

Bom dia! Tudo bem? Eu preciso me abrir com você. Estou muito desanimado, não sei o porquê. Estava assistindo a televisão semana passada, quinta feira para […]
agosto 12, 2013

Porque gostamos de fazer o que não gostamos de fazer?

Outro dia estava pensando umas coisas bem engraçadas. Uma delas, a que mais se destacou foi a respeito das coisas que fazemos sem gostar e não […]
agosto 3, 2013

A Economia e a Matemática

A Economia ou a Ciência Econômica é o estudo que visa solucionar o grande problema das pessoas – Como utilizar e distribuir os recursos da maneira […]